terça-feira, 27 de outubro de 2009

Ratos e Homens – John Steinbeck (Nobel de Literatura em 1962)

Obra Marcada pela amizade entre dois trabalhadores de uma fazenda: o pequeno e esperto George e o grandalhão ingênuo Lennie. A trama se passa em uma fazenda onde os dois amigos recém chegaram. Lennie nada esperto tem uma fascinação por pequenos animais como ratos e tem um sonho de viver onde possa alimentar coelhos, quem fala desse lugar para Lennie é George que o protege de suas besteiras infantis, afinal, Lennie apesar de grandalhão e forte possui um cérebro nada desenvolvido.
George se encontra em muitos apuros tendo que proteger Lennie a todo o momento para esse não entrar em nenhuma confusão. Durante a maior parte da estadia de Lennie e George na fazenda eles permanecem no galpão onde ocorrem vários diálogos entre os demais trabalhadores, assim como as confusões com Curley, o filho do fazendeiro, que vive a procura de brigas e com ciúmes de sua linda e travessa mulher. O livro traz um mistura de drama e nostalgia com algumas passagens de humor e melancolia.

Em um dos diálogos entre Benjamin Linus e Sawier em Lost S03E04.
- “É aquele lugar que sempre quis, George?” - Diz Sawier.
- O que disse? Pergunta Ben.
- O que, você não lê? É de Ratos e Homens do Steinbeck, você gostaria, matam cachorrinhos.
Vários minutos depois:
- “Um cara enlouquece se não tem alguém, não importa quem o cara seja... contanto que esteja com você. Vou te contar... quando o cara fica muito sozinho, ele fica doente.” Diz Benjamin.
- Do que está falando? Pergunta Sawier.
- É de Ratos e Homens, você não lê?

Nenhum comentário: